Quartas, às 24h, na TV Brasil
(Canal 2, 18 NET, 166 SKY)
DIRETO DO TWITTER: 

Assista aqui o último programa na íntegra!
Natália Lage entrevista o documentarista, roteirista, diretor e montador Pedro Asbeg.
Programa - 045/889 - 19-04-14
REVISTA - RIO CIGANO

Rio Cigano é o primeiro longa metragem da cineasta Júlia Zákia. A narrativa é inspirada na tradição oral cigana, combinada a temas contemporâneos, como o consumo da vaidade. O filme conta a história de Kaia e Reka, duas meninas ciganas que se separam na infância e são criadas em mundos diferentes.

Kaia é uma menina forte, que sabe o que quer e realmente luta por isso. Uma personagem que é capaz de nos fazer voar sobre seus sonhos, lembranças, medos e sente o tempo em uma perspectiva diferente. Não é a reconstituição de um único modo de vida. O universo cigano brasileiro se mistura aos ciganos dos Balcãs, em um filme que vai além dos limites geográficos. A amizade entre duas meninas ciganas em contraste com a violência de uma condessa. A beleza dos elementos é filmada de uma maneira sensível, os acontecimentos mágicos são uma possibilidade.

A diretora explicou que cresceu vendo-os passar por sua cidade, Campinas, e que, quando pequena, sentia vontade de brincar com aquelas outras crianças, que lhe pareciam livres e felizes. Guile Martins, responsável pelo som direto, ressaltou a convivência com os ciganos em seus acampamentos durante o processo de realização, que transbordou para as relações pessoais de amizade e foi imprescindível para a construção de uma narrativa completamente envolvida na cultura em questão.

O universo fílmico é particularmente feminino e faz surgir uma história onde sinais de amor atravessam as camadas que insistem em dilacerar a vida.


REALIZAÇÃO
image
EQUIPE
REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO é uma produção independente, em co-produção com a TV pública brasileira - TV Brasil, focada na diversidade do audiovisual brasileiro.
APOIO TÉCNICO


Desenvolvido por HERCULA