Quartas, às 24h, na TV Brasil
(Canal 2, 18 NET, 166 SKY)
DIRETO DO TWITTER: 

Assista aqui o último programa na íntegra!
Natália Lage entrevista o documentarista, roteirista, diretor e montador Pedro Asbeg.
Programa - 017/861 - 05-10-13
REVISTA - Neville D'almeida

Você não pode perder a visita que o Igor Cotrim fez a casa do cineasta Neville D'almeida. Em um bate papo super informal e descontraído, o nosso repórter conseguiu tirar do cineasta várias curiosidades e histórias engraçadas sobre a vida dele.

Neville é um respeitável cineasta cuja carreira abrange desde filmes experimentais - como Jardim de Guerra (1968), seu longa-metragem de estréia - até campeões de público - como A dama do lotação (1975), a segunda maior bilheteria do cinema nacional de todos os tempos.

Desde que dirigiu A dama do lotação tem perseguido o sucesso de público com filmes como Rio Babilônia (1982) e Navalha na carne (1997). Mesmo nos seus filmes mais comerciais, nunca abandonou seu lado experimental, mais evidente em filmes como o remake de Matou a família e foi ao cinema (1990).

Contemporâneo de uma excelente safra de cineastas e críticos mineiros, saiu dos bancos das igrejas metodistas para o Centro de Estudos Cinematográficos de Belo Horizonte, em 1958, onde conviveu com os melhores críticos de cinema da época. Bastante influenciado por sua vivência em Nova York e Londres, onde morou nos anos 60 e 70, dirigiu filmes censurados pela ditadura militar e nunca exibidos, como Mangue bang (1971), Surucucu catiripapo (1971) e Gatos da noite (1973).

Tem em seu currículo mais de 80 filmes em super-8. Desenvolveu um cinema que mistura marginalidade e fantasias eróticas, como em A dama do lotação e Os sete gatinhos (1977), dois textos do dramaturgo Nelson Rodrigues. Com a adaptação da peça de Plínio Marcos Navalha na carne (1997), com Vera Fisher, volta ao tema da prostituição. Seus filmes foram vendidos para mais de 80 países e são recordistas de exibição na TV brasileira.

Em 2005 iniciou a finalização do longa-metragem Maksuara - O crepúsculo dos deuses, uma fábula sobre o conflito do índio com a civilização contemporânea, além de estar finalizando três documentários e dando início ao projeto de remake do longa A dama do lotação.

Entre poesia, dança e revelações, a visita que o Igor fez a casa do Neville vai ficar sem duvida marcada na história do Revista do Cinema Brasileiro. Vai perder?


REALIZAÇÃO
image
EQUIPE
REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO é uma produção independente, em co-produção com a TV pública brasileira - TV Brasil, focada na diversidade do audiovisual brasileiro.
APOIO TÉCNICO


Desenvolvido por HERCULA