Quartas, às 24h, na TV Brasil
(Canal 2, 18 NET, 166 SKY)
DIRETO DO TWITTER: 

Assista aqui o último programa na íntegra!
Natália Lage entrevista o documentarista, roteirista, diretor e montador Pedro Asbeg.
Programa - 114/824 - 01-09-12
REVISTA - Os sons ao redor de Kleber Mendonça

_ Oi Kleber, onde está?
_ De saída para Roterdã...

_ Oi Kleber, já em terras brasileiras?
_ Sim, mas de malas prontas para o Ceará e só vou conseguir falar depois?

_ Oi Kleber, já está em Gramado? Tudo certo para a entrevista amanhã? Que tal às 11h?
_ Pode ser à tarde? Pela manhã terei uma reunião com executivos via skype, depois uma outra entrevista marcada por minha produção...

Tentamos, tentamos, tentamos, tentamos mais uma vez e finalmente conseguimos! Falar com Kleber Mendonça, hoje em dia, é uma tarefa quase impossível. Não que ele dificulte, longe disso, mas em função da agenda do pernambucano, uma das mais lotadas entre os diretores brasileiros.

Jornalista, crítico de cinema atuante e cineasta premiado Kleber é visto por iniciantes e veteranos do meio como um artista completo, que sabe o que quer e para tanto domina a técnica e a criação. Seu trabalho tem rompido barreiras estéticas e narrativas e, não à toa, seus curtas como “Vinil Verde” e “Recife Frio”, receberam mais de 100 prêmios no Brasil e no exterior. Calmo no tratamento com as pessoas, mas inquieto no pensamento artístico Mendonça deu início a uma nova fase de sua vida em 2012. No Festival de Gramado apresentou ao público brasileiro seu primeiro longa-metragem ficcional, O Som ao Redor, um painel social da classe-média visto a partir de um bairro, inicialmente, “protegido” que tem sua rotina alterada após a chegada de uma milícia. O longa tem no papel principal o também pernambucano Irandhir Santos, um dos atores mais instigantes de sua geração. O Som ao Redor estreou em Roterdã, em fevereiro, onde conquistou o prêmio da Federação Internacional de Imprensa Cinematográfica (Fipresci); o Kikito de melhor direção, prêmio de crítica e do júri popular em Gramado e ainda troféus na Polônia, em Copenhague e na Sérvia. Além dos convites para levar a filme há mais de 30 festivais estrangeiros. Pelo visto, quem conseguiu, conseguiu.


REALIZAÇÃO
image
EQUIPE
REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO é uma produção independente, em co-produção com a TV pública brasileira - TV Brasil, focada na diversidade do audiovisual brasileiro.
APOIO TÉCNICO


Desenvolvido por HERCULA